Cookies help us deliver our services. By using our services, you agree to our use of cookies. Learn more

Brasil
Sustentabilidade

Entrevista com André Oliveira

O Programa de Compliance BASF tem mais de 20 anos, e digo com absoluta tranquilidade que as questões de conformidade estão incorporadas no nosso DNA. É um referencial para que os colaboradores possam desempenhar seu papel de forma correta. Levamos as questões de conformidade tão a sério quanto as de segurança: ambas são inegociáveis.
André Oliveira
Diretor Jurídico, Seguros, Propriedade Intelectual e Chief Compliance Officer da BASF para a América do Sul.
Andreoliveira-cutt.png

Nossa matriz de governança tem como principal meta definir, comunicar e revisar permanentemente os papéis e responsabilidades de todas as áreas da BASF, de modo com que tenhamos consistência e transparência. Todos estão empoderados e sabem o que fazer (considerando as políticas, os procedimentos e os altos padrões éticos esperados), e a quem recorrer. Além disso, capacitamos a cadeia de valor, com foco principal em nossos fornecedores de serviços e produtos.

Como analisa o ano de 2020 para nossos colaboradores, sob a ótica de Compliance?

Sempre preparamos os colaboradores para as interações que eles realizam no seu dia a dia – com clientes, fornecedores, governo, comunidades ou em suas relações pessoais. Queremos ser referência e exemplo para a sociedade.

Em 2020, tivemos uma mudança radical na forma de trabalhar, com as adaptações ao trabalho remoto. Por si só, isso já é um desafio – e o nível das interações corrobora para este cenário. Hoje, nos sentimos preparados para desenvolver nossa tarefa nos mais diferentes ambientes, porque sempre procuramos nos antecipar às questões mundiais. O ano de 2020 retratou esta nossa preparação – diante de todas dificuldades e incertezas, conseguimos ser consistentes (agindo de acordo com nosso discurso) e responsáveis nas nossas atitudes – atuando de maneira responsável em todos os ambientes, seja nas nossas unidades, no campo ou em home office.

Quais os principais desafios do Programa de Compliance em 2020?

O Programa de Compliance BASF tem mais de 20 anos, e digo com absoluta tranquilidade que as questões de conformidade estão incorporadas no nosso DNA. É um referencial para que os colaboradores possam desempenhar seu papel de forma correta. Levamos as questões de conformidade tão a sério quanto as de segurança: ambas são inegociáveis. Conseguimos estruturar um Programa sólido, cujo ponto central são os treinamentos. Temos que estar próximos dos colaboradores para apoiá-los e dirimir eventuais dúvidas e com isso nos manter firmes no nosso propósito de atender aos nossos clientese ser uma referência em termos de conduta corporativa em mercados nos quais atuamos.

Os treinamentos em 2020, no formato exclusivamente online, possibilitaram potencializarmos nosso alcance e contarmos com os colaboradores ainda mais focados. O nível de atenção e engajamento foi incrível. Inovamos também na forma de disseminar este tema. Na Argentina, por exemplo, fizemos uma rádio, a Wake Up Compliance. Durante uma semana apresentamos as questões de Compliance de forma lúdica e flexível – com a participação ativa dos colaboradores.

Em 2020, também entrou em vigor a nova Lei Geral de Proteção de Dados no Brasil. Trata-se de um importante foco de atenção da BASF, pois tratamos com muita responsabilidade as informações pessoais de colaboradores, clientes e das pessoas com as quais interagimos. Mesmo num momento desafiador, como o de 2020, implementamos uma Política de Privacidade de Dados em linha com a nova legislação. Em 2019, antes mesmo da aprovação desta legislação, estávamos nos preparando. Posso afirmar que já estamos 100% em conformidade com relação ao que a lei dispõe.