TOP
31 de Julho de 2017
Brasil

BASF oferece sala de amamentação e outros benefícios para facilitar a rotina de gestantes e lactantes

  • Na Semana Mundial da Amamentação, colaboradoras BASF contam sua experiência no lactário da companhia
  • Flexibilidade de horário e local de trabalho auxiliam as novas mamães no retorno ao trabalho
  • Colaboradoras contam com acompanhamento médico durante a gravidez e vaga de estacionamento no prédio

O leite materno é o alimento mais importante para o bebê durante os primeiros meses de vida. O retorno ao trabalho após o fim da licença, muitas vezes, dificulta o aleitamento, prática que acaba por ser abandonada antes do recomendado pela ausência de um espaço dedicado para a retirada e armazenamento correto do leite. As colaboradoras da BASF dispõem de um lactário na sede da companhia na América do Sul. Nesse espaço, as mamães podem higienizar e esterilizar as mamadeiras e utensílios utilizados na ordenha do leite em um ambiente espaçoso, sereno e limpo. Após a retirada do leite, a colaboradora pode identificá-lo e estocá-lo em um freezer, garantindo o armazenamento adequado.

A recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) é que a criança seja alimentada exclusivamente de leite materno até os seis meses de vida. Após esse período, a amamentação deve ser mantida com a introdução gradativa de outros alimentos mais sólidos, como frutas e papinhas.

“O leite materno é o alimento mais rico do mundo. Eu quero continuar amamentendando o Davi, que está com nove meses. Se não fosse o lactário da BASF, provavelmente ele já teria desmamado”, diz Fabiana D’Agostino, Gerente de Registro Agro BASF para a América do Sul. “É muito gratificante fazer parte de uma empresa que preza pelo bem estar de seus colaboradores”, completa.

Para Ramiro Luege, gerente sênior de RH da BASF para a América do Sul, o retorno ao trabalho é um momento delicado na vida das mães e o RH da BASF trabalha para oferecer políticas que tornem essa transição mais leve. “Ao equilibrar a vida pessoal e a profissional, muitas mulheres se sentem empoderadas e confiantes. A flexibilidade de horário e o lactário são algumas das opções que BASF oferece para as mães que trabalham na companhia”, completa Ramiro, que também é pai de três filhos, incluindo um recém-nascido.

Mais benefícios para gestantes e lactantes

As colaboradoras BASF gestantes têm acompanhamento médico durante toda a gravidez. Elas são encaminhadas para uma consulta no Ambulatório BASF, onde preenchem um cadastro. A partir desse momento, a colaboradora passa a ter à disposição uma vaga de estacionamento dentro do condomínio para evitar longos deslocamentos durante a gestação e pode optar pela licença prorrogada, de 180 dias. Ela também passará por um acompanhamento periódico da evolução da gestação até a saída para a licença maternidade.

Após o fim da licença maternidade, a mamãe poderá usufruir da licença-amamentação por 15 dias, caso o pediatra recomende. Ao retornar às atividades, a colaboradora deverá passar em uma última avaliação médica no Ambulatório e passará a receber o auxílio-creche, oferecido até a criança completar dois anos.

Sobre a BASF

Na BASF, nós transformamos a química para um futuro sustentável. Nós combinamos o sucesso econômico com a proteção ambiental e responsabilidade social. O Grupo BASF conta com aproximadamente 112 mil colaboradores que trabalham para contribuir com o sucesso de nossos clientes em quase todos os setores e países do mundo. Nosso portfólio é organizado em 5 segmentos: Químicos, Produtos de Performance, Materiais e Soluções Funcionais, Soluções para Agricultura e Petróleo e Gás. A BASF gerou vendas de mais de € 58 bilhões em 2016. As ações da BASF são comercializadas no mercado de ações de Frankfurt (BAS), Londres (BFA) e Zurich (AN). Para mais informações, acesse: www.basf.com.br.

 

Last Update 26 de Novembro de 2018