TOP
7 de Março de 2018
Brasil

BASF investe €507 milhões em pesquisa e aposta na expansão do seu portfolio integrando soluções químicas, biológicas e ferramentas digitais

  • Produtos candidatos para todas as indicações em estágios avançados de desenvolvimento
  • Crescimento estimulado por investimento contínuo em inovação e sólidas parceiras

Em 2017 a BASF investiu €507 milhões em pesquisa e desenvolvimento na divisão de Proteção de Cultivos. Os contínuos investimentos em inovação irão expandir o portfólio de proteção de cultivos da empresa e ir além, integrando soluções biológicas e ferramentas e dispositivos digitais. As inovações do pipeline da BASF em proteção de cultivos têm uma projeção de pico de vendas estimada em €3,5 bilhões até 2027. Os produtos candidatos para todas as indicações já estão em fase avançada de desenvolvimento, e o registro global de soluções estratégicas, como o fungicida Revysol® e o inseticida Inscalis®, estão progredindo.

“Com vários avanços de nosso pipeline prestes a entrarem no mercado, esperamos expandir nossa oferta para produtores do mundo todo, com soluções mais completas visando melhorar o manejo de doenças, pragas e plantas daninhas em diferentes culturas”, disse Markus Heldt, Presidente da divisão de Proteção de Cultivos da BASF.

“A capacidade de pesquisa e desenvolvimento de semente e traits que planejamos adquirir da Bayer fortalecerá ainda mais nosso potencial de inovação em mercados relevantes e culturas-chave. Além disso, nossa pesquisa para descoberta de traits terá acesso direto ao mercado”.

Alguns destaques das próximas inovações:

Enfatizando sua liderança em inovação de fungicidas, a BASF está preparando a introdução de seu fungicida mais recente, o Revysol®. O primeiro isopropanol da classe dos azois, com uma performance biológica excelente, apresenta um novo nível de controle de doenças. Será uma ferramenta essencial para o manejo de resistência em muitas culturas importantes, inclusive cereais, soja e milho, além de frutas e vegetais. Revysol ajudará os produtores do mundo todo a alcançarem uma vitalidade alta e confiável na cultura, e uma ótima produtividade e qualidade. Além disso, deve oferecer uma nova opção para os mercados de manejo de turfa e tratamento de sementes. Ainda aguardando a aprovação normativa, deve começar a ser introduzido no mercado em 2019.

·A BASF tem longa tradição de oferecer herbicidas modernos aos produtores e agora conta com dois novos herbicidas, que estão sendo preparados para submissão às agências reguladoras em 2018, além de outros dois que estão avançando na pesquisa inicial.  Os dois primeiros produtos químicos foram desenvolvidos especificamente para controlar ervas daninhas resistentes, sendo um recomendado principalmente para o capim rabo de raposa e o outro indicado para as principais infestantes de gramíneas e de folhas largas. Com isso, a BASF pretende garantir que os produtores do mundo inteiro continuem a contar com soluções eficazes para manejo de planta daninha.

A BASF continua a aumentar o seu portfólio de herbicidas, com tecnologias de manejo de tolerância e resistência de planta daninha. O novo Sistema de Arroz Provisia™ oferece melhor controle de plantas daninhas no arroz e deve ser lançado para a safra de 2018 nos Estados Unidos. Provisia oferecerá aos rizicultores uma nova ferramenta para controle pós-emergência de diversas plantas daninhas.

Para um melhor controle de pragas, a BASF está desenvolvendo seu portfólio de inseticidas com novos ingredientes ativos que apresentam modos únicos de ação. O exemplo mais avançado é o Inscalis®. A nova tecnologia, desenvolvida em conjunto com a empresa japonesa Meiji Seika Pharma Co. Ltd., oferecerá aos produtores uma ferramenta essencial para proteger diversas culturas contra importantes pragas perfuradoras e sugadoras. Aguardando a aprovação da agência reguladora, os primeiros produtos à base de Inscalis devem ser lançados em 2018 em diversos países.

·Outro novo inseticida, desenvolvido em conjunto com a empresa japonesa Mitsui Chemical Agro Inc., é o Broflanilide, que tem um novo modo de ação (IRAC Grupo 30) e ajudará os produtores a controlar insetos mastigadores como besouros e lagartas em cultivos específicos. O Broflanilide também será recomendado para o tratamento de semente. Além disso, será uma importante tecnologia para controlar formigas, baratas e moscas nos mercados profissionais de manejo de pragas urbanas. O Broflanilide será lançado nas principais regiões em 2020.

Para a BASF, o potencial dos princípios ativos vai além da proteção tradicional de cultivos. Um exemplo atual na saúde pública é o primeiro uso do inseticida clorfenapir de uma forma totalmente inovadora para o controle da malária.  A BASF conseguiu formular o princípio ativo como base para o Interceptor® G2, uma nova geração de seu Interceptor®, um mosquiteiro tratado com inseticida de longa duração, e o Sylando® 240SC, um spray residual interno para ser aplicado nas paredes e nos telhados das casas. O Plano de Avaliação de Pesticida da OMS avaliou o Interceptor® G2 positivamente, garantindo que ele atende os padrões internacionais de segurança. O Sylando® 240SC está sendo avaliado pela OMS.

Para atender à crescente demanda por biológicos, a BASF planeja introduzir diversas inovações nas principais regiões na próxima década, inclusive o inseticida biológico Velifer®, que tem maior espectro de aplicação contra as pragas-alvo e que pode ser usado em programas de manejo integrado de pragas (MIP) tanto em estufas quanto no campo. A BASF também está avançando com a introdução no mercado de Velondis®, um fungicida biológico para tratamento de semente projetado para aumentar a proteção de mudas e plantas contra as principais doenças transmitidas pelo solo.

As oportunidades do estabilizador de nitrogênio também continuam a aumentar, inclusive com o lançamento do inibidor de uréase Limus®, planejado para a Europa e América do Sul.

A BASF também está desenvolvendo inovações digitais para aumentar o apoio às decisões agronômicas dos produtores, vinculadas à nossa principal oferta de proteção de cultivos. Um exemplo é a marca Maglis®, que contempla diferentes ferramentas digitais para produtores e parceiros de distribuição, assim como para força de vendas da empresa no mundo.

A empresa planeja introduzir diversas ferramentas em 2018, inclusive:

Maglis Customer Navigator, que dará aos produtores um apoio melhor para decisões e reduzirá a complexidade na gestão da seleção de produtos para proteção de cultivos e atividades de compra. A ferramenta será lançada no segundo semestre de 2018 em três países do Leste Europeu.

Maglis Farm Navigator, que permitirá que os produtores melhorem continuamente suas operações agrícolas, inclusive a análise e previsão de práticas de campo.

Maglis Agronomic Advice, que oferecerá uma avaliação de risco agronômico e conhecimento de mercado para decisões mais estratégicas durante a estação. O projeto piloto dessa ferramenta será desenvolvido em diferentes países do mundo em 2018.

“O negócio de proteção de cultivos da BASF continua sólido e competitivo. Por meio de investimentos contínuos, uma gestão prudente do portfólio, proximidade com o cliente e parcerias estratégicas, aumentaremos de forma sustentável nossa posição como provedores de soluções agrícolas”, Heldt enfatizou.

Sobre a BASF

Na BASF nós transformamos a química para um futuro sustentável. Nós combinamos o sucesso econômico com proteção ambiental e responsabilidade social. O Grupo BASF conta com aproximadamente 115 mil colaboradores que trabalham para contribuir com o sucesso de nossos clientes em quase todos os setores e países do mundo. Nosso portfólio é organizado em 5 segmentos: Químicos, Produtos de Performance, Materiais e Soluções Funcionais, Soluções para Agricultura e Óleo e Gás. A BASF registrou vendas de € 64,5 bilhões em 2017. As ações da BASF são comercializadas no mercado de ações de Frankfurt (BAS), Londres (BFA) e Zurich (AN).  Para mais informações, acesse: www.basf.com.br

Sobre a divisão de Proteção de Cultivos da BASF

Com uma população em rápido crescimento, o mundo está cada vez mais dependente da nossa capacidade de desenvolver e manter uma agricultura sustentável e ambientes saudáveis. A divisão de Proteção de Cultivos da BASF trabalha com agricultores, profissionais agrícolas e especialistas em manejo de pragas para ajudar a tornar isso possível. Com a cooperação desses parceiros, a BASF é capaz de sustentar um robusto pipeline de P&D, um portfólio inovador de produtos e serviços e equipes de peritos no laboratório e em campo para apoiar nossos clientes no sucesso dos seus negócios. Em 2017, a divisão de Proteção de Cultivos da BASF registrou vendas de € 5,7 bilhões. Para obter mais informações, visite-nos em www.agro.basf.com ou por meio de nossos canais de mídias sociais.

 

News Release

News Release

Last Update 26 de Novembro de 2018