20 de Agosto de 2019
Brasil

Unidades produtivas da BASF em São Bernardo do Campo recebem recomendação para certificação de eficiência energética ISO 50001

Em busca de aperfeiçoar os sistemas e os processos energéticos, algumas áreas e unidades produtivas do Complexo Industrial de Tintas e Vernizes da BASF em São Bernardo do Campo (SP) receberam nesta semana a recomendação para a certificação internacional ISO 50001. Este reconhecimento atesta que a empresa possui políticas para uso consciente de energia e estabelece sistemas e processos de eficiência energética no uso e no consumo.

A fábrica de resinas e área de infra-estrutura, energia e utilidades foram as primeiras a serem certificadas em São Bernardo. Este é a segunda unidade produtiva da companhia a receber a ISO 50001. A planta de Guaratinguetá (SP) é certificada anualmente desde 2017, o que tornou a BASF a primeira grande indústria química do Brasil a ter este reconhecimento.

Para a BASF, o uso consciente de energia faz parte da sua estratégia de  sustentabilidade. Por este motivo, há cerca de quatro anos, foi desenvolvido o TripleE: Excelência em Eficiência Energética. O projeto atua com foco em melhorar os custos de energia de forma sustentável e reduzir impactos ambientais e é a base de todo o processo de certificação do ISO 50001.

Segundo Ricardo Gazmenga, diretor de operações de tintas da BASF para a América do Sul, a certificação ISO 50001 é uma meta global da BASF. “É o reconhecimento de um trabalho que já faz parte da companhia.“ Além de Guaratinguetá e São Bernardo, as próximas unidades a serem auditadas neste ano para a certificação são Camaçari (BA , Brasil) e Concon (Chile). “A sustentabilidade é um dos pilares da BASF, impulsionando o constante aprimoramento dos nossos processos para um uso eficiente dos recursos que já se encontram em utilização no processo produtivo”, diz.

Com o TripleE e em parceria com a Universidade Estadual Paulista (UNESP) foram realizadas análises profundas das instalações e dos equipamentos para a implementação dos projetos em sete unidades da BASF. Alguns dos resultados alcançados desde o início do TripleE englobam 131 projetos de eficiência energética executados, com R$ 13,8 de redução de custo de energia com um retorno médio de 2,5 anos. Essas oportunidades representam uma melhoria de redução no consumo de energia de 47,3 GWh por ano e diminuição na geração de 8,1 mil toneladas de CO² por ano.

Sobre o Complexo Industrial de Tintas e Vernizes

Localizado no bairro Demarchi, em São Bernardo do Campo, o Complexo Industrial de Tintas e Vernizes da BASF tem capacidade de produção de até 330 milhões de litros de tintas, esmaltes, vernizes e resinas por ano. Na local, são produzidas tintas automotivas e tintas imobiliárias, incluindo as marcas Suvinil e Glasurit.

Sobre a BASF

Na BASF, criamos química para um futuro sustentável. Nós combinamos o sucesso econômico com proteção ambiental e responsabilidade social. O Grupo BASF conta com aproximadamente 122 mil colaboradores que trabalham para contribuir com o sucesso de nossos clientes em quase todos os setores e países do mundo. Nosso portfólio é organizado em 6 segmentos: Químicos, Materiais, Soluções Industriais, Tecnologias de Superfície, Nutrição e Care e Soluções para Agricultura. A BASF registrou vendas de € 63 bilhões em 2018. As ações da BASF são comercializadas no mercado de ações de Frankfurt (BAS) e como American Depositary Receipts (BASFY) nos Estados Unidos. Para mais informações, acesse: www.basf.com/br

Last Update 5 de Setembro de 2019