15 de Agosto de 2019
Brasil

Milho segunda safra bate recorde de produção com aumento de 26% em produtividade

São Paulo, 15 de agosto de 2019 – Agricultores pioneiros no cultivo de grãos ainda gostam de chamar a segunda safra de milho de “safrinha“. Mas de safrinha só ficou o nome. Neste ano, ela bateu recorde de produção e alcançou mais de 73 milhões de toneladas, consolidando-se como a principal safra de milho do país.  

A segunda safra de milho 2018/19 é 35% maior que a colheita do ano passado. O aumento de produtividade foi de 26% de acordo com a Conab (Companhia Nacional de Abastecimento). A área cultivada teve um crescimento de 8%. Estes números ficam ainda mais impressionantes quando ilustram histórias de agricultores que acreditaram no cultivo do cereal e construíram um legado de sucesso. 

Investimento em tecnologia

A produtividade de 144 sacas de milho por hectare não impressiona o agricultor Argino Bedin, 69 anos, de Sorriso (MT). Ele afirma que a colheita quase 50% acima da média nacional da segunda safra é resultado do investimento em tecnologia. “Tem que ter um bom tratamento de sementes e fazer o manejo adequado”, conta o agricultor. O controle de percevejo é uma das receitas de sucesso, porque o inseto tem sido “bem agressivo”, segundo Bedin. 

O manejo eficiente é defendido pelo gerente de Marketing de Milho da BASF, Stael Prata Silva Neto. Além do controle de insetos, ele também destaca a importância do controle de doenças foliares com aplicações preventivas de fungicidas. “Nós queremos auxiliar o produtor de milho no manejo correto da lavoura. A adoção de tecnologias, com o uso de soluções inovadoras, contribui para a longevidade do cultivo e o legado do agricultor”, explica. 

Cultivando Histórias

Bedin é um dos pioneiros no cultivo de grãos em Mato Grosso. Chegou em Sorriso há 40 anos, vindo do Rio Grande do Sul. Hoje em dia, os filhos Ivan, Roberta e Simone ajudam na condução do negócio da família. A sucessão familiar é o orgulho do produtor. “Não tem dinheiro que pague”. 

Histórias de sucesso no cultivo do milho estão registradas na websérie Cultivando Histórias. A iniciativa da BASF busca valorizar o legado de agricultores em diferentes regiões do país. “É uma homenagem para quem fez do Brasil um dos maiores produtores de milho do mundo. É uma parceria de longo prazo da BASF com os produtores de milho”, comenta Stael. 

Os vídeos estão disponíveis no canal da BASF Agro Brasil no Youtube. 

BASF na Agricultura. Juntos pelo seu Legado. 

Sobre a Divisão de Soluções para Agricultura da BASF

Com uma população em rápido crescimento, o mundo está cada vez mais dependente da nossa capacidade de desenvolver e manter uma agricultura sustentável e ambientes saudáveis. Trabalhando com agricultores, profissionais agrícolas, especialistas em gestão de pragas e outros, é nosso papel ajudar a tornar isso possível. É por isso que investimos em uma forte estrutura R&D e em um amplo portfólio, incluindo sementes e melhoramento genético, proteção química e biológica de cultivos, manejo do solo, fitossanidade, controle de pragas e agricultura digital. Com equipes de especialistas em laboratório, campo, escritório e produção, conectamos o pensamento inovador e a ação realista para criar ideias reais que funcionam - para agricultores, sociedade e o planeta. Em 2018, nossa divisão gerou vendas de 6,2 bilhões de euros. Para mais informações, visite www.agriculture.basf.com ou qualquer um dos nossos canais de mídia social.

 

Sobre a BASF

Na BASF criamos química para um futuro sustentável. Nós combinamos o sucesso econômico com proteção ambiental e responsabilidade social. O Grupo BASF conta com aproximadamente 122 mil colaboradores que trabalham para contribuir com o sucesso de nossos clientes em quase todos os setores e países do mundo. Nosso portfólio é organizado em 6 segmentos: Químicos, Materiais, Soluções Industriais, Tecnologias de Superfície, Nutrição e Care e Soluções para Agricultura. A BASF registrou vendas de € 63 bilhões em 2018. As ações da BASF são comercializadas no mercado de ações de Frankfurt (BAS) e como American Depositary Receipts (BASFY) nos Estados Unidos. Para mais informações, acesse: www.basf.com

 

Last Update 2 de Setembro de 2019