26 de Junho de 2020
Brasil

Suvinil apoia o coletivo Arquitetos Voluntários e colabora com reforma do Hospital Vila Nova, em Porto Alegre

Com o objetivo de contribuir com a sociedade neste momento de pandemia do coronavírus, a Suvinil, marca de tintas decorativas da BASF, apoiou o coletivo Arquitetos Voluntários – Hack for Brazil COVID-19, grupo formado por mais de 50 profissionais que reformam e revitalizam ambientes, visando oferecer melhores condições de trabalho e segurança aos médicos e especialistas da saúde atuantes na linha de frente em combate ao Covid-19.

Para colaborar com a ação, Suvinil fez a doação de todas as tintas utilizadas na renovação dos ambientes contemplados pela ação do Hospital Vila Nova, de Porto Alegre (RS), somando um total de 50 litros. A seleção das cores foi conduzida pelos arquitetos do coletivo, que destinaram os materiais para duas áreas da unidade hospitalar: uma sala de descanso e o espaço de convívio externo. Todos os ambientes serão entregues na sexta-feira, dia 26 de junho.

As diferentes tonalidades eleitas pelos profissionais de arquitetura ainda trouxeram mais leveza e suavidade para os ambientes. “A Suvinil fez a doação de todas as tintas utilizadas para viabilizar a ação do Vila Nova. Nas paredes da sala de descanso usamos a tonalidade Mantra, que além de ser a cor do ano anunciada pela marca, enxergamos como um tom que oferece o equilíbrio necessário que todos buscam para esse momento. Já para os tetos preferimos Cinza Urbano, e para um detalhe geométrico que trouxemos na parede da escada, complementamos com a cor Sorriso de criança. Ficou lindo!”, conta Monique Fontes, arquiteta e coordenadora do projeto implantado no Hospital Vila Nova.

Fundado com o intuito de articular uma força tarefa na construção de espaços temporários e definitivos de descompressão para profissionais da saúde, o coletivo Arquitetos Voluntários tem atuado desde março em hospitais de Porto Alegre, Região Metropolitana e Serra Gaúcha, somando um total de 10 unidades beneficiadas com a inciativa.

A ação comandada pela arquiteta Monique Fontes, reuniu diferentes marcas e apoiadores para viabilizar ambientes onde profissionais da saúde possam renovar suas energias, descansar e fazer suas refeições com mais conforto e segurança. Com o auxilio das cores, o hospital passa a contar com uma atmosfera mais agradável para que médicos, enfermeiros e técnicos possam seguir na luta em contenção ao coronavírus.

 

Cor e Voluntariado

Para viabilizar a pintura das paredes, a ação contou com a ajuda de pintores gaúchos do “Movimento Brasil por um Pintor Melhor”, que se dedicaram a pintura do hospital, incluindo todas as áreas revitalizadas. “Na área externa utilizamos várias cores para o mural da parede, assim como o spray preto para pintar o tonel que serve como lixeira e o banco existente no local, que ficaram ótimos, por sinal.Também utilizamos a tinta para piso da Suvinil neste ambiente”, detalha Monique.O projeto ainda traz a intervenão artistica de Renam Canzi, da Casulo Estratégico, e apresenta uma criação com o Deus da medicina e da cura. “A obra é uma representação de Esculápio, Deus Greco-romano da medicina e da cura. A lenda diz que em determinado momento, durante uma visita a um paciente, uma serpente se enrolou em seu cajado, gerando dessa forma o símbolo utilizado para representar a medicina e outras várias áreas relacionadas à saúde. A arte traz diversos elementos compositivos e estéticos que buscam valorizar o espaço e os profissionais que aí convivem.”, explica o artista sobre sua inspiração e processo criativo.

Por meio do voluntariado, diferentes marcas e pessoas envolvidas pelo mesmo propósito viabilizaram mais estrutura e conforto para os profissionais da saúde, reforçando a importância do social e do sustentável como potência ainda mais evidente nesse momento tão sensivel para a sociedade brasileira. “A contribuição com esse projeto coletivo pôde estreitar ainda mais nossa relação com a região e nos uniu a um movimento que busca uma sociedade mais solidária, principalmente em um momento como esse que enfrentamos”, finaliza Romeu Escolástico, gerente de Comunicação e Marca na Suvinil.

 

Last Update 30 de Junho de 2020