TOP
Brasil

Manejo preventivo na cultura da soja

A Companhia Nacional de Abastecimento prevê uma produção de 95 milhões de toneladas de soja na safra 2015/2016. A cultura da soja continua responsável por 57% de toda área cultivada do país. Na safra 2015/2016, a Conab estima um crescimento de 3,6% de área plantada com a oleaginosa. 

Para que essa área gere altos índices de produção na próxima safra de soja que se inicia em setembro deste ano, o agricultor precisa ficar atento para o manejo preventivo de uma das doenças mais severas que atacam a cultura: a ferrugem asiática.

A primeira ocorrência do fungo no Brasil foi em 2001 no oeste paranaense. Desde então se espalhou por praticamente todas as regiões produtoras do país. De acordo com o Consórcio Antiferrugem, plataforma público-privada de monitoramento da doença, na última safra foram identificados 460 focos.

O método mais efetivo e utilizado para controlar a doença é o manejo químico. Nesse sentido, o momento de aplicação dos fungicidas torna-se crucial. O manejo de forma preventiva é mais efetivo, pois controla o fungo antes de sua penetração nos tecidos vegetais da planta.

Outra vantagem do manejo químico antecipado é inibir a germinação dos esporos e proporcionar maior período de controle residual, possibilitando um período de proteção mais longo da lavoura.

Ações complementares também são aliadas no controle da doença. O vazio sanitário, garantido por lei, é fundamental para diminuir a pressão inicial do fungo. Nesse momento, o produtor deve eliminar as plantas voluntárias para que elas não sejam hospedeiras da doença.  

Vale destacar, também, que outros pontos são determinantes para a sanidade da lavoura de soja como o tratamento de sementes para controle de pragas e doenças e o manejo das pragas e plantas daninhas. É preciso ter uma estratégia de monitoramento contínuo da lavoura para que a tomada de decisão do produtor rural seja cada vez mais assertiva.

Para saber como está o mapa da dispersão da ferrugem asiática, o produtor pode acessar o site www.consorcioantiferrugem.net

A BASF tem o portfólio mais completo de soluções voltadas à proteção do cultivo da soja, que incluem produtos específicos para o combate da ferrugem asiática. Para mais informações entre em contato com Serviço de Atendimento ao Cliente da empresa no 0800 0192 500.