TOP
Brasil

A importância da legislação para os pigmentos de aplicações sensíveis em plásticos

514691899

Poucas pessoas sabem da importância do cumprimento das legislações dos pigmentos utilizados em aplicações sensíveis para plástico e isso é essencial quando falamos do mercado de embalagens. Primeiramente, é preciso entender o que são as aplicações sensíveis: diversos produtos que entram em contato com o ser humano são considerados aplicações sensíveis como, por exemplo, embalagens de alimentos e bebidas, brinquedos, embalagens para cosméticos e até equipamentos médicos.

Esses produtos demandam legislações e regulamentações específicas para cada país e continente. Dessa forma, as empresas que exportam ou pretendem exportar seus produtos devem buscar orientação quanto ao cumprimento de todas as exigências das legislações internacionais. Atualmente, a legislação da Europa é um modelo avançado no que se refere à consciência humana e ambiental. Por outro lado, a brasileira ainda carece de fiscalização rígida que garanta o cumprimento da regulamentação.

Enquanto outros continentes realizam uma avalição extensa dos pigmentos para as aplicações sensíveis, a América do Sul ainda apresenta critérios de segurança baixos. Ainda que a legislação brasileira para plásticos tenha sido revisada em 2010, as empresas realizam apenas uma auto avaliação da estrutura e dos limites de pureza da formulação dos pigmentos, focada na busca por metais pesados e aminas. Já em outras regiões, há um rastreamento detalhado dos pigmentos e das chamadas NIAS, as substâncias adicionadas não intencionalmente, consideradas perigosas para as aplicações sensíveis. Se essas substâncias forem perigosas e migrarem, elas podem colocar a saúde dos consumidores em risco. Para evitar essa situação, as empresas fornecedoras de pigmentos e a cadeia como um todo devem estar atentas e realizar avaliações de risco de seus produtos ou não estarão dentro das normas globais.

Dessa forma, é imprescindível conscientizar os donos das marcas sobre a importância de entender a correta seleção de matérias primas e de cumprir as legislações globais e brasileiras sobre aplicações sensíveis. A conscientização é fundamental para que as embalagens não comprometam a saúde humana no processo de produção e o uso do produto pelo consumidor final.

 

A BASF, empresa química líder mundial em inovação, em parceria com a ABRE, tem promovido alguns workshops para abordar o tema e ressaltar a importância da conscientização dos donos das marcas sobre a correta seleção de matérias primas e pela busca por melhorias na regulamentação e fiscalização de aplicações sensíveis de pigmentos em embalagens. Por meio de suas linhas de pigmentos para aplicações sensíveis, a BASF está à frente nesse segmento com produtos de alta qualidade e que atendem às exigências da legislação.