TOP
Brasil

Experimento: piso de alto desempenho passa por desafio de resistência

Depois de enfrentar adversidades comuns em espaços industriais, piso ganha status de “o mais resistente do mundo”

Desenvolvido para os ambientes industriais mais adversos, o revestimento de alto desempenho, Ucrete®, passou incólume por um desafio de resistência à destruição para comprovar suas propriedades. O piso uretânico é amplamente utilizado há décadas em indústrias químicas, alimentícias, farmacêuticas e outros locais que precisam garantir qualidade higiênico-sanitária. A marca já contabiliza mais de 9 milhões de metros quadrados de revestimento instalados globalmente.

O vídeo Ucrete®: O revestimento mais resistente do mundo traz os detalhes do experimento que conta com quatro desafios.

Alto impacto:

Fortes marretadas mostram o quanto o piso resiste, sem apresentar trincas ou descolamento. Isso porque tem alta capacidade de absorção de energia, cerca de 12 vezes superior a um concreto de 50 Newtons. Suporta maquinário pesado e circulação de veículos, como empilhadeiras.

Choque térmico:

Despejando água a 99ºC, o teste simula a água quente utilizada nos processos de cozimento e limpeza, comuns na produção de alimentos ou em indústrias com áreas de lavagem. O revestimento não amolece ou sofre qualquer alteração, além de manter sua propriedade antiderrapante. Sua resistência ao calor alcança os 150ºC. O Ucrete® atende os parâmetros estabelecidos pela norma DIN 51130 (de resistência antiderrapante), indicado para ser usado em áreas constantemente molhadas, proporcionando mais segurança. Também atende os requisitos do padrão Internacional de alimentos (IFS), normas para COVs e segurança no trabalho.

Resistência química:

Para provar que o revestimento uretânico não é danificado por ativos químicos, uma amostra foi mergulhada em ácido clorídrico, produto altamente corrosivo, amplamente utilizado na indústria. Da mesma forma, um pedaço de concreto de qualidade foi mergulhado no líquido. Após dez minutos, o concreto sofre corrosão, ficando bastante danificado e o Ucrete® permanece intacto. Além de proteger o concreto do contrapiso, o material garante a contenção de líquidos agressivos.

Baixas temperaturas:

Alguns litros de hidrogênio líquido a -200 ºC não causa qualquer estrago no piso, provando que o material suporta variações extremas de temperatura. Por isso é também adequado ao uso em câmaras frigoríficas.

A impermeabilidade do revestimento dificulta a infiltração e fixação de resíduos, como gordura, inibe o crescimento de fungos e bactérias e reduz a formação de biofilmes, o que contribui para que o piso fique limpo por mais tempo. Foi o revestimento escolhido para os banheiros da CasaE, Casa Ecoeficiente da BASF, em São Paulo. Há indústrias que já estão em operação há 20, 30, 40 anos com o piso, reduzindo paradas e aumentando a produtividade e a eficiência.

A aplicação é rápida, feita por mão de obra especializada, para assegurar o acabamento estético e os benefícios do material. Pode ser utilizado pouco tempo após a sua instalação.