Cookies help us deliver our services. By using our services, you agree to our use of cookies. Learn more

Brasil
Sustentabilidade

AgroStart: mais inovação para o campo

Maria Quintero und Timo Striebinger, beide Labormitarbeiter,  begutachten die Wirkung einzelner Wirkstoffe auf Pflanzen. Sie messen die Blattgröße der Pflanzen zur Wachstumskontrolle in  regelmäßigen Abständen aus. BASF forscht hier  an neuen Wirkstoffen für innovative Pflanzenschutzmittel. Ziel ist es die Konzentration der Testsubstanzen  zu verringern – umso die Böden belastungsfreier zu bewirtschaften. 

Lab employees Timo Striebinger and Maria Quintero observe the effects of individual active ingredients on plants. At regular intervals, they measure the size of the plants’ leaves to monitor their growth. Here, BASF is conducting research on new active ingredients for innovative crop protection products. The aim is to reduce the concentration of the test substances so that farming has less impact on the soil.

Criar soluções e tecnologias para uma agricultura mais sustentável. Esse é o objetivo do AgroStart, programa da BASF em parceria com a ACE, uma das mais importantes aceleradoras da América Latina. A ideia é incentivar que empreendedores de toda a região apresentem iniciativas que englobem toda a cadeia do agronegócio, desde produtores e distribuidores até outros profissionais do setor.

“Investimos constantemente em soluções que facilitam o dia a dia do agricultor. Já passaram pela fase de seleção do programa centenas de empreendedores focados em soluções que estão revolucionando o campo. O AgroStart veio para trazer mais competitividade ao agronegócio e queremos nos tornar cada vez mais uma referência nesse ecossistema de inovação”, afirma Almir Araújo, gerente de Vendas e Excelência Digital da BASF para América Latina.

Enquanto a BASF entra com conhecimento no segmento Agro e investimento financeiro, a ACE faz todo o processo de aceleração e fornece a infraestrutura e metodologia que impulsionam as startups.

Este é o jeito E da BASF, que une produtividade e sustentabilidade. É assim que criamos química para um futuro sustentável e contribuímos para um mundo que ofereça mais qualidade de vida para todos.

“O AgroStart existe para oferecer inovação digital à cadeia agrícola. Nossa expectativa é que a BASF e ACE sejam alavancadoras no crescimento das empresas. No final do projeto acreditamos que elas tenham o know-how para se consolidarem no mercado”, explica Pedro Waengertner, CEO e sócio-fundador da aceleradora.

MSU-Agrostart-Infográfico_aprovado.jpg

Critérios

Para se cadastrar, os interessados precisam apresentar propostas que aumentem a competitividade do agronegócio e auxiliem a cadeia agrícola em pelo menos um dos cinco desafios: agricultura de precisão, automação, gestão de estoques, gerenciamento de safra e rastreabilidade.

Também é exigido que o negócio seja administrado por pelo menos duas pessoas com 100% de dedicação à startup, ter mais de um cliente e que a oferta seja um produto consolidado, não apenas uma ideia.

As startups escolhidas para serem aceleradas recebem um investimento de até R$ 150 mil, suporte para desenvolver seu projeto e lições de negociações, mais investimento intelectual e de negociação para desenvolver seu projeto. O empreendedor também tem a possibilidade de estabelecer parcerias com a BASF em busca de funding (captação de recursos para investimento), compra ou distribuição de seus produtos e/ou serviços, além de poder expandir seu negócio para até 20 países.

A aplicação de insumos com o uso de drones, sistemas de monitoramento climático, ferramentas de gestão, até detecção de pragas e doenças são alguns exemplos de ações já aceleradas pelo programa AgroStart. Os interessados podem se inscrever no website www.agrostart.basf.com.br.

Para saber mais sobre esse programa, escreva para agrostart@basf.com

Saiba mais sobre inovação no  ConnectTime, o podcast da BASF