TOP
Brasil

AgroStart: mais inovação para o campo

Pflanzenschutz der Zukunft / The future of crop protection

Criar soluções e tecnologias para uma agricultura mais sustentável. Esse é o objetivo do AgroStart, programa da BASF em parceria com a ACE, uma das mais importantes aceleradoras da América Latina. A ideia é incentivar que empreendedores de toda a região apresentem iniciativas que englobem toda a cadeia do agronegócio, desde produtores e distribuidores até outros profissionais do setor.

“Investimos constantemente em soluções que facilitam o dia a dia do agricultor. Já passaram pela fase de seleção do programa centenas de empreendedores focados em soluções que estão revolucionando o campo. O AgroStart veio para trazer mais competitividade ao agronegócio e queremos nos tornar cada vez mais uma referência nesse ecossistema de inovação”, afirma Almir Araújo, gerente de Vendas e Excelência Digital da BASF para América Latina.

Enquanto a BASF entra com conhecimento no segmento Agro e investimento financeiro, a ACE faz todo o processo de aceleração e fornece a infraestrutura e metodologia que impulsionam as startups.

Este é o jeito E da BASF, que une produtividade e sustentabilidade. É assim que criamos química para um futuro sustentável e contribuímos para um mundo que ofereça mais qualidade de vida para todos.

“O AgroStart existe para oferecer inovação digital à cadeia agrícola. Nossa expectativa é que a BASF e ACE sejam alavancadoras no crescimento das empresas. No final do projeto acreditamos que elas tenham o know-how para se consolidarem no mercado”, explica Pedro Waengertner, CEO e sócio-fundador da aceleradora.

Critérios

Para se cadastrar, os interessados precisam apresentar propostas que aumentem a competitividade do agronegócio e auxiliem a cadeia agrícola em pelo menos um dos cinco desafios: agricultura de precisão, automação, gestão de estoques, gerenciamento de safra e rastreabilidade.

Também é exigido que o negócio seja administrado por pelo menos duas pessoas com 100% de dedicação à startup, ter mais de um cliente e que a oferta seja um produto consolidado, não apenas uma ideia.

As startups escolhidas para serem aceleradas recebem um investimento de até R$ 150 mil, suporte para desenvolver seu projeto e lições de negociações, mais investimento intelectual e de negociação para desenvolver seu projeto. O empreendedor também tem a possibilidade de estabelecer parcerias com a BASF em busca de funding (captação de recursos para investimento), compra ou distribuição de seus produtos e/ou serviços, além de poder expandir seu negócio para até 20 países.

A aplicação de insumos com o uso de drones, sistemas de monitoramento climático, ferramentas de gestão, até detecção de pragas e doenças são alguns exemplos de ações já aceleradas pelo programa AgroStart. Os interessados podem se inscrever no website www.agrostart.basf.com.br.

Para saber mais sobre esse programa, escreva para agrostart@basf.com

Saiba mais sobre inovação no  ConnectTime, o podcast da BASF