Cookies help us deliver our services. By using our services, you agree to our use of cookies. Learn more

Brasil
Sustentabilidade

Reserva Suvinil, um trecho de Mata Atlântica em São Bernardo do Campo (SP)

Estudo de levantamento da biodiversidade realizado no local identifica mais de 200 espécies de fauna e flora e cinco nascentes

Já imaginou uma floresta dentro de um complexo químico industrial? Pode ser difícil visualizar essa cena, mas não para a BASF, que aplica a sustentabilidade na prática, com seu Jeito E. Para nós, produção E meio ambiente andam juntos. Essa floresta existe e fica no Complexo Industrial de Tintas e Vernizes da BASF, em São Bernardo do Campo (SP).

A área de 30 hectares de Mata Atlântica, que corresponde a 30 campos de futebol, está conectada a um grande maciço florestal, a floresta atlântica da Serra do Mar, e faz parte da Reserva da Biosfera do Cinturão Verde de São Paulo, reconhecida internacionalmente pela Unesco.

 

 

Um estudo do levantamento da biodiversidade da Reserva Suvinil, realizado pela Fundação Espaço ECO, consultoria para sustentabilidade, identificou que no local existem, ao menos, 176 espécies de plantas pertencentes a 55 famílias e 117 gêneros botânicos. Deste total, 135 são árvores e 41 são ervas, trepadeiras e samambaias. Lá também moram 85 espécies de aves, oito de mamíferos e, ao menos, cinco de serpentes e três de lagartos, assim como anfíbios e peixes.

A Reserva Suvinil faz parte da Floresta Ombrófila, suas árvores permanecem sempre verde, em qualquer estação do ano, uma vez que não perdem suas folhas de forma significativa. O espaço conta com cinco nascentes, que formam pequenos córregos e alguns se juntam ao longo da paisagem para formar o Ribeirão do Soldado.

A Reserva contribui para a preservação da Mata Atlântica e da biodiversidade brasileira, demonstrando, na prática, como indústria E meio ambiente podem coexistir. A estimativa do carbono removido da atmosfera pela floresta é de 5.160,31 toneladas de CO2, o equivalente a um caminhão de 14 toneladas movido a diesel, dando 104 voltas ao redor da Terra.

A BASF possui mais de 37 anos de experiência em restauração de matas nativas do bioma Mata Atlântica. Por meio do programa Mata Viva®, iniciativa conduzida pela BASF e Fundação Espaço ECO, a empresa já plantou mais de 1,25 milhão de mudas nativas da Mata Atlântica até o final de 2020, reflorestando cerca de 730 hectares de terras, incluindo a Floresta Mata Viva localizada dentro do Complexo Químico de Guaratinguetá, além das iniciativas de restauração florestal com produtores rurais e do programa de compensação de emissões.