Cookies help us deliver our services. By using our services, you agree to our use of cookies. Learn more

Brasil
Sustentabilidade

Projeto de ecoeficiência contribui para a sustentabilidade nas operações

3,29 mil toneladas de CO2 deixaram de ser emitidas graças à iniciativa

Desde 2010, a BASF é apoiada pela expertise da Fundação Espaço ECO® (FEE®) que, por meio da aplicação da metodologia de análise de ecoeficência, acompanha o dia a dia da fábrica de Demarchi, em São Bernardo do Campo (SP). O Dermarchi+Ecoeficiente é uma iniciativa pioneira da empresa que visa medir e otimizar processos de produção de tinta com foco na melhoria contínua e na implementação de uma gestão cada vez mais ecoeficiente.

O programa já evitou a emissão de 3,29 mil toneladas de CO2 na atmosfera, o equivalente ao emitido por um caminhão de 14 toneladas ao dar 62 voltas ao redor da Terra, além de ter reduzido em 55% o volume de água consumida pelo administrativo (banheiros, cozinha, jardins, bebedouros, entre outros) e pela produção da fábrica.  Além disso, entre 2018 e 2019, mesmo com um aumento de 16% na produção, o programa contribuiu para reduzir o consumo de energia elétrica em 20% e também para diminuir em 3% a geração de gases de efeito estufa.

Os resultados positivos foram apontados em um estudo realizado pela FEE®, que analisa toda a cadeia de valor, englobando 11 iniciativas ligadas à otimização e reaproveitamento de matérias-primas, melhorias na cadeia logística para reduzir o número de viagens de caminhão, eficiência energética e utilização consciente de recursos hídricos. Os dados permitem que gestores possam tomar melhores decisões considerando tanto os impactos ambientais como econômicos.

Nesse estudo, foram calculados o benefício que o Demarchi+Ecoeficiente trouxe para toda a cadeia sob a ótica da sustentabilidade, mapeando os ganhos ambientais e econômicos gerados pelas mudanças e orientando os gestores nas tomadas de decisão. O projeto demonstra como a sustentabilidade é capaz de potencializar as atividades de uma organização que, como a BASF, busca mais eficiência em seus produtos e processos. 

Entre as ações do Demarchi+Ecoeficiente, está o engajamento dos colaboradores da fábrica. Além de medir os resultados, a FEE® apoia os gestores da localidade por meio do desenvolvimento de materiais informativos, para que eles conduzam diálogos com as suas equipes, conectando o melhor uso de recursos e a questão dos impactos ambientais às ações do cotidiano. Além disso, foram desenvolvidos quizes interativos para fomentar a discussão do tema entre os cerca de mil colaboradores da localidade.

Iniciativas como o Demarchi+Ecoeficiente mostram como é possível conectar os atuais desafios mundiais à soluções que estão ao alcance dos gestores nas organizações, implementando boas práticas de gestão da sustentabilidade. 

Os indicadores mostram a evolução da ecoeficiência da unidade desde a implementação do programa. A BASF está constantemente melhorando a performance de ecoeficiência da fábrica, principalmente pelo menor consumo de matérias-primas por tonelada de tinta produzida. Para o consumidor, isso significa que ele está comprando uma tinta com menor impacto ambiental. 

Além dos benefícios no aspecto ambiental, o projeto teve importantes impactos positivos nos negócios da companhia, tanto em termos operacionais como econômicos. Para cada R$ 1 investido pela BASF, o projeto devolve R$ 9 em economia para a empresa. Somente em 2019, foi possível observar uma redução nos custos da empresa com matéria prima (3%), energia (5%) e manutenção (8%). Podemos destacar também a preservação e criação de valor pela empresa, otimização do uso dos recursos naturais, a identificação de riscos e oportunidades, a motivação para mudança de comportamento e o relacionamento com clientes, sociedade e imprensa.

Os resultados foram tão positivos que as boas práticas do programa estão sendo estendidas para a unidade da BASF em Jaboatão dos Guararapes (PE), onde também são produzidas tintas decorativas. Além disso, a iniciativa Demarchi+Ecoeficiente foi divulgada duas vezes pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (UNEP) como um dos casos pioneiros de aplicação de Avaliação de Ciclo de Vida Organizacional em todo omundo, recebendo destaque como uma das 12 melhores práticas, contribuindo para que a BASF fosse reconhecida na categoria sustentabilidade. 

Localizado no bairro Demarchi, em São Bernardo do Campo (SP), o Complexo Industrial de Tintas e Vernizes da BASF tem capacidade de produção de até 330 milhões de litros de tintas, esmaltes, vernizes e resinas por ano. Na localidade, são produzidas tintas automotivas e tintas imobiliárias, incluindo as marcas Glasurit e Suvinil.

Esse é o jeito E da BASF, de enxergar o futuro E colocar a sustentabilidade em prática. Mostrando que é possível ser produtivo E sustentável ao mesmo tempo, gerando impactos positivos para a sociedade, para o meio-ambiente E para os negócios. Além disso, a aplicação desse projeto vai ao encontro de cinco dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU: Objetivo 3 (assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, em todas as idades), objetivo 7 (assegurar o acesso confiável, sustentável, moderno e a preço acessível à energia para todos), objetivo 12 (assegurar padrões de produção e de consumo sustentáveis), objetivo 13 (tomar medidas urgentes para combater a mudança climática e seus impactos) e objetivo 17 (fortalecer os meios de implementação e revitalizar a parceria global para o desenvolvimento sustentável).