Cookies help us deliver our services. By using our services, you agree to our use of cookies. Learn more

TOP
Brasil
Sustentabilidade

Por dentro do novo coronavírus

No dia 11 de março de 2020, a OMS (Organização Mundial da Saúde) declarou uma pandemia global, a primeira causada por um vírus que, até dezembro de 2019, quando houve os primeiros casos na cidade de Wuhan, na China, era desconhecido pela sociedade e pelos cientistas. O número de países afetados e os níveis alarmantes de propagação foram os fatores que culminaram na decisão do órgão. 

Desde 2009 o mundo não enfrentava uma pandemia. A última declarada pela OMS foi a da gripe A (H1N1), também conhecida como gripe suína. No ano em que a doença foi detectada, cerca de 29.000 casos foram confirmados e culminou em 144 óbitos. A pandemia encerrou apenas em agosto de 2010, quase um ano e meio após o seu início. Tratava-se da primeira pandemia declarada pela Organização em 40 anos. A anterior a esta havia ocorrido em Hong Kong no ano de 1967.

Sintomas e cautelas diárias

O coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias e que podem provocar sintomas comuns como tosse, febre, coriza e dor de garganta. Alguns indivíduos também podem apresentar dores no corpo, diarreia e dificuldade para respirar ou falta de ar. Outros sintomas menos corriqueiros são dor de cabeça, perda de paladar e/ou olfato e dor ou pressão no peito. Idosos, pessoas com diabetes, problemas cardiovasculares ou respiratórios, além de pessoas com sistema imunodeprimido são as mais vulneráveis ao vírus.

Para se proteger da Covid-19, o Ministério da Saúde listou uma série de recomendações. Entre algumas delas estão: lavar as mãos com frequência até a altura dos punhos, com água e sabão,  higienizar com álcool em gel 70%; cobrir com um lenço ou com o braço o nariz e a boca ao tossir ou espirrar; evitar tocar nos olhos, nariz e boca sem estar com as mãos higienizadas; limpar, com frequência, objetos de uso pessoal, como celular e brinquedos de crianças; não compartilhar itens de uso pessoal e utilizar máscaras caseiras ou artesanais.

Manual de como lavar as mãos da OMS

Espessante que auxilia na proteção de vidas

Quando os primeiros casos da Covid-19 foram confirmados no Brasil, a busca por álcool em gel cresceu e resultou na falta do sanitizante nas prateleiras de supermercados e farmácias. O produto tem sido recomendado pelo Ministério da Saúde como um importante aliado no combate ao novo coronavírus.

Apesar do esforço dos fabricantes em agilizar a produção de álcool em gel, também foi registrada escassez de uma das matérias-primas necessárias para produzi-lo no Brasil, o espessante. Diante disso, a BASF procurou em seu portfólio por uma solução que pudesse ajudar na fabricação do antisséptico e, dessa forma, apoiar os fabricantes. Assim, a companhia conseguiu licença para iniciar a produção, no País, de um insumo que atua como espessante na elaboração de álcool em gel: o Luviset® 360. Até então, a matéria-prima era formulada e importada da Alemanha. Atualmente, a substância é fabricada no Complexo Químico de Guaratinguetá, em São Paulo.

Envase_espessante_jacarei_1.jpg

“A BASF tem o portfólio mais completo do mercado para a área de cuidados pessoais. Dentro da solução mais factível para atender a escassez do produto no Brasil, por conta da emergência sanitária, encontramos o Luviset®360. Em um tempo recorde, ou seja, cerca de quatro semanas, conseguimos iniciar a transferência da tecnologia para o território nacional, realizar testes de planta e aprovar com os clientes. Procedimento que, normalmente, levaria entre seis meses a um ano para ser finalizado”, descreve Fabrício Soto, diretor do negócio de Home Care da BASF América do Sul.

O que é o Luviset® 360?

O Luviset® 360 é uma dispersão aquosa de copolímero acrílico capaz de proporcionar a viscosidade necessária nas formulações de álcool em gel. Trata-se de uma solução, de fácil manuseio, que ajuda a espessar rapidamente e, nesse caso, transforma o álcool líquido em um produto mais denso em menor tempo. Com isso, proporciona uma maior agilidade no processo de fabricação do antisséptico.

Dentro do portfólio da BASF, o Luviset®360 é utilizado com diferentes finalidades cosméticas. A matéria-prima atende aos requisitos previstos nas Listas de Substâncias estabelecidas pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para a Regularização de Produtos Cosméticos, assim como a avaliação toxicológica garantindo o perfil de segurança do produto. Desse modo, com o objetivo de apoiar os fabricantes e, consequentemente a sociedade, a equipe técnica da BASF criou uma proposta de formulação para o produto acabado.

Mais transferência de tecnologia a serviço do combate ao coronavírus no Brasil

Para o desenvolvimento do Luviset®360 em território brasileiro, a equipe responsável pela criação de novos produtos precisou encontrar uma alternativa para a fabricação, em grande escala, de uma matéria-prima: o Disponil® FES993. Trata-se de um surfactante que é essencial para a formulação do Luviset®360 e que também era importado.

“Em abril, houve uma demanda urgente pelo produto e, para realizar a importação do surfactante demandaria um tempo maior e isso não atenderia, de forma imediata, a carência do mercado. Após negociações, conseguimos a transferência da tecnologia da Alemanha para o Brasil e, diante disso, viabilizamos o desenvolvimento deste ingrediente, até então inédito na planta de Jacareí, também em tempo recorde”, afirma Renata Oki, diretora do negócio de Personal Care, da BASF da América do Sul. 

Assim, em um intervalo de menos de um mês, a equipe envolvida realizou a transferência da tecnologia do espessante da Alemanha para a planta de Guaratinguetá e do surfactante para Jacareí, efetuou testes em laboratório, aprovou fornecedores de matérias-primas, elaborou formulações de aplicação para material de amostra e entregou o produto para mais de 25 clientes no Brasil. Apenas no mês de abril foi comercializado mais de 200 toneladas do Luviset®360. A quantia resultou em mais de 3 mil toneladas de álcool em gel produzidas. 

Desde então, o Luviset®360 é fornecido com tecnologia 100% nacional. “Foi um projeto que envolveu mais de 150 pessoas de diversas áreas para viabilizar a produção em tempo hábil. Nosso objetivo, além de ajudar as companhias a manterem a operação fabricando álcool em gel, foi assegurar o reabastecimento do antisséptico nas farmácias e supermercados em todo o território brasileiro. Isso mostra o quão importante é unirmos forças em momentos de crise para trazer rápidas soluções”, explica Soto.

Responsabilidade social

Com o intuito de cooperar com as medidas preventivas a fim de evitar a propagação do novo coronavírus, a BASF reuniu esforços internos e, alinhada com a sua estratégia de engajamento social, colaborou com a doação de insumos para fabricação de álcool em gel, por meio de empresas parceiras. Além disso, contribuiu com insumos para a fabricação de produtos de higiene e de limpeza que, posteriormente, foram doados para centros hospitalares, serviços de saúde, comunidades e pessoas em vulnerabilidade.

“A BASF atua oferecendo soluções químicas inovadoras para diversas indústrias. Entre uma delas, para a área de cuidados pessoais por meio da disponibilização de ingredientes e soluções para formulações cosméticas e, por isso, tem um papel importante na sociedade na cadeia de fornecimento de itens essenciais para higiene. Havia uma demanda urgente e procuramos por parceiros que estavam engajados com ações sociais em prol da comunidade”, informa Renata. “Faz parte do nosso papel, como empresa, ajudar na minimização dos impactos do vírus. Temos muito orgulho de poder colaborar com nossos clientes e parceiros na doação de álcool em gel para vários municípios e instituições”, complementa.

Brasil e Argentina juntos contra a Covid-19 

Com o objetivo de contribuir com a situação da Argentina diante da pandemia da Covid-19 e alinhada à sua estratégia de compromisso social e à iniciativa global "Helping Hands", a BASF firmou parceria com a Algabo, fabricante argentino de produtos de higiene pessoal e de cuidados domésticos, para a produção de álcool em gel a fim de distribuir nas comunidades mais necessitadas. Cerca de 200kg de espessante Luviset®360 foram importados do Brasil e doados para a Algabo que resultaram em 1.5 mil litros de álcool em gel para distribuição.

“Na BASF, estamos comprometidos com a saúde e a segurança de todas as pessoas e é por isso que, nesta aliança com nosso cliente Algabo, encontramos uma oportunidade ideal para expandir nosso impacto, agilizando processos internos e respondendo a essa situação de enfrentamento à pandemia, em tempo hábil, por intermédio e envolvimento de diversas pessoas”, afirma Hans Jordan, gerente de produtos químicos para cuidados pessoais e domésticos da BASF América do Sul.

O álcool em gel produzido pela Algabo com o Luviset®360, foi destinado às famílias em situação de vulnerabilidade social de diferentes localidades da Argentina. Além disso, também foram enviados à distintas instituições como Cooperação do Município de Tigre, Fundação de Bombeiros da Argentina, Rede de Solidariedade de Campana e Quilmes, Centro Comunitário e para a Biblioteca Popular do Bairro La Cava de San Isidro.

"Agradecemos à todas as pessoas que fizeram parte desta iniciativa. Por meio desta aliança com a BASF, conseguimos alcançar as comunidades realmente necessitadas e afetadas pela pandemia e, dessa forma, demonstramos que o trabalho em equipe e a colaboração são o caminho para construir laços sociais mais fortes”, assegura Martin Bollati Gerente de Desenvolvimento de Produto e Marketing da Algabo.

União que faz a diferença

Mais um aliado no combate ao coronavírus foi o espessante Rheocare® TTA, matéria-prima importada da Alemanha e, também, utilizada na fabricação do álcool em gel. O Rheocare® TTA é uma emulsão aquosa de copolímero acrílico utilizado como um aditivo modificador de reologia, ou seja, fornece espessante, estabilizante e suspende propriedades em sistemas surfactantes. O produto auxilia na produção de formulações muito claras, incluindo o antisséptico.

Neste momento de pandemia, uma empresa que se aliou à BASF nas iniciativas de enfrentamento e prevenção ao novo coronavírus no Brasil e encabeçou as doações de álcool em gel foi a Natura &Co (grupo composto por Natura, Avon, The Body Shop e Aesop). Parceira da BASF há cerca de 15 anos, a Natura recebeu 4,6 toneladas de matérias-primas da BASF (Rheocare® TTA). Com a quantia, foi possível produzir 8,3 toneladas de sabonete líquido e 16 toneladas de álcool em gel (aproximadamente 65 mil unidades de 25 gramas).

Cerca de 62.720 unidades do álcool em gel fabricado pela Natura foram doadas para o Hospital das Clínicas de São Paulo, sendo este considerado o maior complexo de atendimento a pacientes com coronavírus da América Latina. Outras 1.550 unidades foram enviadas ao Projeto Nave (Núcleo de Acolhimento e Valorização da Educação), localizado no Capão Redondo, zona sul da capital paulista, que trabalha atendendo crianças da região. Já o sabonete líquido foi destinado ao Governo do Estado de São Paulo. 

“Em meio à maior crise contemporânea da humanidade, a união é a principal solução. A parceria entre as empresas foi fundamental porque, dessa forma, conseguimos agilizar nossas produções e entregas fazendo com que o item fosse disponibilizado rapidamente quando as pessoas mais necessitavam. Cada um fazendo a sua parte podemos juntos, mesmo à distância, fazer a diferença nesse momento tão difícil”, informa Angela Pinhati, diretora de manufatura da Natura.

Para realizar a ação, mais de 100 profissionais de diferentes setores da Natura foram envolvidos. As fábricas foram readaptadas para a produção dos produtos e a estrutura de logística também foi reorganizada para atender as entregas do álcool em gel e do álcool 70%. Além do desenvolvimento dos itens essenciais, a Natura também se comprometeu a doar 2,8 milhões de unidades de sabonete nos locais selecionados com a finalidade de barrar o contágio pelo novo coronavírus.

“No contexto atual, sabemos que todos têm um papel importante para barrar o contágio e evitar que mais pessoas sejam contaminadas pela Covid-19. Por isso, iniciativas como esta, realizada em parceria com a BASF para a doação de itens que ajudem na higiene como forma de prevenção da doença, são fundamentais. É gratificante e vai ao encontro do maior objetivo da Natura &Co que é cuidar de todos, incluindo, nossa rede de relacionamento que envolve consultoras, representantes, consumidores, colaboradores e parceiros”, complementa Angela

Outro parceira da BASF nas doações do antisséptico foi o Grupo Boticário (formado por O Boticário, Eudora, quem disse, berenice?, Multi B, Vult, Beautybox e Beleza na Web). A companhia recebeu da BASF uma tonelada de espessante (Rheocare TTA) para a produção de álcool em gel. Com a quantia, a organização conseguiu fabricar, envasar e distribuir mais de 1,5 milhão de frascos do antisséptico que beneficiaram cerca 1,3 milhões de pessoas de norte a sul do Brasil. Ao todo, mais de 200 profissionais, de áreas distintas de atuação, foram mobilizadas na iniciativa. 

As entregas foram feitas em comunidades carentes, hospitais filantrópicos, ONGs (Organizações não Governamentais), Segurança Pública, Prefeituras e Governos nos 22 estados e 30 cidades de atuação da companhia, sendo eles: Roraima, Amapá, Ceará, Rio Grande do Norte, Bahia, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo, Distrito Federal, Acre, Amazonas, Goiás, Pará, Pernambuco, Maranhão, Paraíba, Rondônia e Sergipe.

Para o Grupo Boticário, estar ao lado da BASF na ação reforça a importância da colaboração e do trabalho cooperativo na construção de uma sociedade mais unida e fortalecida, especialmente, em um momento de crise de saúde inédita no Brasil e no mundo. E, com o pensamento de que todos os esforços em conjunto podem beneficiar o acesso da população a produtos de higiene, o Grupo convocou importantes fornecedores que realizaram as entregas nas localidades mais necessitadas do País.

Jeito E

Essa ação tão importante executada por meio de uma parceria entre a BASF, Grupo Boticário, Natura &Co, Algabo e outras companhias do mercado nacional, em pleno momento de pandemia em decorrência do novo coronavírus, reforça a importância de unir produtividade E responsabilidade social. É assim que o Jeito E da BASF trabalha em ações que colaborem para as operações das empresas E protejam vidas. BASF E a sociedades juntas para o bem de todos.

As ações preventivas de combate à contaminação pelo novo coronavírus, por meio de produtos que ajudem a higienizar as mãos, se aplicam em vários Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU (Organização das Nações Unidas). Entre elas:

ODS 3: Assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, em todas as idades

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) aponta que uma em cada três pessoas no mundo não têm acesso à água portável. A ausência desse recurso essencial para a manutenção da saúde e do ambiente, pode favorecer a contaminação por doenças. Por isso, o uso do álcool em gel pode auxiliar na limpeza e cuidados com o corpo.

ODS 8: Promover o crescimento econômico sustentado, inclusivo e sustentável, emprego pleno e produtivo e trabalho decente para todos

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística e do Ministério da Economia, mostra que a fabricação de produtos de limpeza e higiene, registraram um aumento em meio à pandemia do novo coronavírus. Tal pesquisa mostra a importância da indústria como geradora de empregos e de renda para diversos brasileiros.

ODS 9: Construir infraestruturas resilientes, promover a industrialização inclusiva e sustentável e fomentar a inovação

Em meio ao cenário de escassez de álcool em gel nas prateleiras, a Anvisa autorizou que as empresas fabricantes de medicamentos e cosméticos passassem a produzir o antisséptico para evitar a contaminação pelo novo coronavírus. Dessa forma, assegurou o acesso do produto a milhares de brasileiros e viabilizou novas oportunidades de empregos mesmo em meio à pandemia.

ODS 12: Assegurar padrões de produção e de consumo sustentáveis

Uma das principais preocupações da indústria é a aquisição de matérias-primas biodegradáveis. A BASF assegura aos seus clientes produtos que apresentam alta performance e que reduzam os impactos ambientais durante a fabricação dos insumos.

Espessante_ODS_port.jpg